sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Realidade

Encontrei uma foto na internet em uma coleção de fotos que parecem ter sido editadas mas não foram. É uma garota deitada no céu. Ela é real. Penso em versões da realidade e lembro-me da minha qualidade pisciana de confundir os dois, digo, o real e o que parece real dependendo do ângulo. Outro dia fiz um desenho de uma pessoa que caía em um grande buraco com nome de realidade. Achei que era eu. Não sabia o que aconteceria quando o tempo concluísse a minha queda. As quedas são dolorosas tamanha a facilidade do sonho para mim. Eu nunca busquei ser assim. Somos o que somos. Estou pensando nisso.




4 comentários:

a_rosa disse...

não é editada? mas está deitada onde, num espelho?

ah por que você nao postou seu desenho? gosto deles..


Nós piscianos vivemos sempre no limiar entre a realidade e o sonho, não é maravilhoso? nem sempre nem sempre.

F. Marcel disse...

O limite entre realidade e sonho é o que vemos e podemos tocar. O que é palpável é real.
O real é imperfeito e o sonho é ideal. O que preferir então? O real palpável ou o sonho inalcançável?

Anônimo disse...

Essa foto não é editada? Me explica como?
Mas que é linda, ela é. Já a realidade, nem sempre tão linda, né!? rs
Beijos

Vicentini; Luiza. disse...

Gente, é uma poça d'água! =) auhauauhau